Estimulação Magnética

O que é Estimulação Magnética?

A Estimulação Magnética Transcraniana repetitiva (também conhecida como EMTr) é uma nova técnica para o tratamento de doenças psiquiátricas. O objetivo da EMTr é estimular áreas específicas do cérebro, relacionadas à depressão e outras doenças. A estimulação é feita por meio de pulsos magnéticos gerados por um equipamento desenvolvido para esta técnica. A Estimulação Magnética é um tratamento capaz de gerar mudanças controladas nos neurônios (células do sistema nervoso responsáveis pela condução do impulso nervoso) de regiões específicas do cérebro, ativando-os ou inibindo-os, de acordo com o objetivo terapêutico.

O tratamento é feito por uma série de sessões em que o paciente recebe os estímulos. O número de sessões é determinado pelo psiquiatra que avalia cada caso. As aplicações devem ser conduzidas por um médico psiquiatra. A técnica não é invasiva e quase não apresenta efeitos colaterais, alguns pacientes sentem uma leve sensação de desconforto, principalmente nas primeiras sessões, e dor de cabeça passageira após as aplicações. Cada aplicação dura cerca de 30 minutos, as primeiras aplicações são realizadas diariamente, com intervalo aos domingos ou finais de semana.

Como surgiu

A origem da EMTr está no século 19. Em 1896, o médico, físico e inventor francês Jacques-Arsène D’Arsonval começou a pesquisar os efeitos do magnetismo sobre as emoções.

Nos anos 40, começaram as pesquisas com estímulos magnéticos na fisiologia animal. O primeiro equipamento estimulador magnético semelhante ao que é utilizado hoje surgiu em 1975 na Grã-Bretanha. Nos anos 90, a técnica começou a ser pesquisada e utilizada em estudos nos Estados Unidos. Em 1992, a Estimulação Magnética começou a ser aplicada na psiquiatria com resultados surpreendentes no tratamento da depressão, esquizofrenia e outras doenças.

img-sessao-emt-nova

 

A Estimulação Magnética já foi extensamente pesquisada e seus benefícios continuam sendo estudados. A técnica foi aprovada pela FDA (Food and Drug Administration), agência reguladora dos EUA, em 2008 e no Canadá em 2002. No Brasil, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) regulamentou o uso do aparelho de Estimulação Magnética em março de 2006. Atualmente são mais de três mil equipamentos em todo o mundo utilizados para diagnóstico, pesquisas e tratamentos terapêuticos.

Atualmente, a estimulação magnética vem sendo amplamente estudada em diversas outras doenças, tais como: dependência química (principalmente cocaína, maconha e crack), síndrome do pânico, transtorno obsessivo-compulsivo (TOC), transtorno de ansiedade generalizada (TAG), distimia, transtorno do stress pós-traumático (TSPT), síndrome de Tourette, epilepsia, zumbido, doença de Parkinson, transtorno bipolar, transtorno do déficit de atenção e hiperatividade (TDAH),  dor crônica e demências.

Fonte – IPAN

O tratamento deve ser indicado por um psiquiatra de referência do paciente e precedida por uma consulta com o psiquiatra responsável pela aplicação. As sessões ocorrem em quantidade e frequência determinadas pelo psiquiatra do paciente ou pelo responsável pelas aplicações. Dr. Gordilho realiza o tratamento de EMT no Espaço Holos, onde é o coordenador do serviço. Os agendamentos devem ser feitos através do telefone 071 3082-3611 ou 071 2109-2608.

 

Dr André Gordilho

Médico Psiquiatra – CRM 12917O

O  Dr André Gordilho realiza atendimento ambulatorial no Centro Médico do Hospital da Bahia e no Espaço Holos, onde também é coordenador do serviço de Estimulação Magnética Transcraniana. Médico responsável pelo Holos Dia (hospital Dia) e professor adjunto e coordenador da unidade curricular de saúde mental da faculdade de medicina da UNIFACS..

Anúncios